Boeing 777 Jet Airways

Um Boeing 777-300ER que operou pela Jet Airways foi vendido nesta última semana como parte do processo de falência e venda de bens da antiga empresa. A venda da aeronave faz parte dos planos dos credores da companhia que apreendeu o gigante avião como uma ‘garantia’ de pagamento.

O Boeing 777 estava apreendido com os credores que tem sede na Holanda desde abril de 2019, quando a companhia deixou de voar devido as dívidas crescentes. A aeronave de matrícula VT-JEW foi fabricada em 2010 e entregue a própria Jet Airways antes de operar pela Turkish e também pela Etihad.

Segundo consta no site Planespotters, o Boeing 777 foi vendido para IAG Aero Group, uma empresa dedicada em manutenção de motores de aeronaves. Provavelmente o gigante jato será utilizado como estoque de peças e motores para outros 777s.

Por um valor muito abaixo do mercado, a aeronave foi vendida por US$ 9 milhões e o processo contra a Jet Airways foi encerrado. Este mesmo avião foi comprado novamente pela empresa em meados de 2020, com a venda a empresa irá ter menos um processo para resolver antes de colocar em pratica seu plano de retorno aos céus. 

DEIXE UMA RESPOSTA