Foto - Cassidy's Vacay

O primeiro Boeing 787-10 da KLM, de matrícula PH-BKA, realizou neste último sábado (15/06) o voo inaugural, ainda realizando testes pós-montagem.

O primeiro voo dessa aeronave foi realizado a partir da unidade da Boeing, localizada em Charleston, na Carolina do Sul. Devido ao tamanho da fuselagem do 787-10, Charleston é o único lugar que realiza a montagem final do 787-10.

A companhia foi oficialmente fundada em 1919, e durante anos foi conhecida por ser uma embaixadora dos aviões da Fokker, deixando de voar com aeronaves dessa marca apenas em 2018.

Na frota da empresa, o Boeing 787-10 substituirá diretamente alguns aviões Boeing 747-400. Com uma configuração de 344 assentos, no total, o 787-10 também vai estrear uma nova Business Class.

O Boeing 787-10 da KLM deverá iniciar seus voos comerciais em setembro deste ano, pouco antes do aniversário da companhia aérea. A entrega desse avião deve ocorrer em julho ou agosto deste ano.

No total a KLM encomendou oito aviões do modelo 787-10, a companhia também opera com o 787-9.

 

Nova Business

A surpresa dessa aeronave é o novo assento da Classe Executiva, chamado de ‘Venture Business Class’ pela companhia. Esse novo assento é produzido pela JAMCO Group, e apresenta uma pequena evolução, em comparação com outras aeronaves de mesma capacidade da companhia.

Além da clara redução de peso, através da otimização de componentes, o novo assento é capaz de se transformar em uma cama, com quase 2 metros de comprimento.

O entretenimento é garantido por uma tela de 18,5 polegadas localizada no assento da frente. Um compartimento à frente do assento permite acomodar malas de mão.

Uma grande mesa estará disponível, bom para o serviço de bordo e também para trabalhar a bordo.

Em privacidade a nova Business Class tem uma divisória entre os dois assentos, que pode ser removida de acordo com a preferência do passageiro. Um botão de não perturbe está disponível, para aqueles que não desejarem ser acordados antes do término do voo.