Boeing 787
Foto - Boeing/Divulgação

A Boeing está novamente enfrentando problemas com seu 787 Dreamliner, o jato teve diversos problemas desde o final do ano passado. Mais um problema foi encontrado no processo de fabricação da aeronave, porém dessa vez foram em aeronaves que já foram fabricadas e estavam no estoque aguardando suas respectivas entregas.

O problema foi encontrado no nariz do avião durante uma inspeção obrigatória da FAA em aeronaves. O novo problema encontrado no Boeing 787 não representa nenhum risco a segurança de voo. 

Outras falhas haviam sido encontradas anteriormente em aeronaves que já estavam em operação há alguns anos, principalmente em uma remessa especifica. 

 “A falha foi encontrada próxima do nariz em alguns 787 Dreamliners no estoque da fabricante de aviões não entregues. Este problema foi descoberto como parte da inspeção contínua de todo o sistema dos processos de shimming do 787 da Boeing exigidos pela FAA.” Disse a FAA em comunicado.

“Embora o problema não represente uma ameaça imediata à segurança do voo, a Boeing se comprometeu a consertar esses aviões antes de retomar as entregas. Com base nos dados, a FAA determinará se modificações semelhantes devem ser feitas em 787s já em serviço comercial.” Completou. 

Atualmente cerca de 100 aeronaves do tipo estão no estoque da Boeing, porém não foram divulgadas quantas aeronaves foram afetadas pelo novo problema. A fabricante norte-americana não deve conseguir cumprir a meta de entregar todos ou a maioria até o final do ano, visto que as entregas serão retomadas somente após o novo problema ser solucionado.

“Continuaremos a levar o tempo necessário para garantir que os aviões da Boeing atendam à mais alta qualidade antes da entrega. Em toda a empresa, nossas equipes permanecem focadas na segurança e integridade à medida que impulsionamos a estabilidade, a qualidade inicial e a produtividade em nossas operações”. Disse a Boeing.

DEIXE UMA RESPOSTA