Boeing apoiará operações internacionais da Estação Espacial até 2024

Estação Espacial Internacional (ISS)- Foto: NASA

A Boeing, principal parceira da NASA para a Estação Espacial Internacional (ISS) desde 1993, continuará apoiando o célebre laboratório orbital até setembro de 2024, sob uma extensão de contrato de US$ 916 milhões concedida hoje.

A Boeing fornecerá serviços, recursos e pessoal de suporte de engenharia para atividades a bordo do ISS e gerenciará muitos dos sistemas da estação. O trabalho será realizado no Lyndon B. Johnson Space Center, em Houston; o Centro Espacial John F. Kennedy em Cape Canaveral, Flórida; e Marshall Space Flight Center em Huntsville, Alabama, além de outros locais ao redor do mundo. O contrato é avaliado em cerca de US $ 225 milhões anualmente.

“Enquanto a Estação Espacial Internacional marca seu 20º ano de habitação humana, a Boeing continua a aprimorar a utilidade e a habitabilidade do laboratório orbital que construímos para a NASA décadas atrás”, disse John Mulholland, vice-presidente e gerente de programa da Estação Espacial Internacional. “Agradecemos à NASA por sua confiança em nossa equipe e pela oportunidade de apoiar o trabalho vital da agência em voos espaciais e exploração em espaço profundo, para o benefício de toda a humanidade”.

O Congresso, a NASA e seus parceiros internacionais concordaram em estender as operações da ISS para pelo menos 2024. Análises estruturais recentes mostram que a sonda continua sendo segura e com capacidade para missões.

A NASA selecionou a Boeing como a principal contratada da ISS em 1993. Durante todo o desenvolvimento, montagem, habitação e operações diárias a bordo da ISS, a Boeing fez uma parceria estreita com a NASA para ajudar a agência e seus parceiros internacionais a hospedar astronautas e cosmonautas com segurança por meses seguidos. Os astronautas realizam experimentos de microgravidade que ajudam a tratar doenças, aumentar a produção de alimentos e fabricar tecnologias impossíveis de produzir na superfície da Terra.

O pessoal da Boeing contribui com o voo espacial humano há mais de 50 anos, incluindo as cápsulas Mercury e Gemini; desenvolvimento do foguete Saturno V; Módulos de comando e serviço Apollo; e frota de ônibus espaciais, além da ISS. A Boeing está construindo esse legado com seu CST-100 Starliner, uma espaçonave desenvolvida em parceria com o Programa de Tripulação Comercial da NASA. A empresa também está construindo o estágio central do Sistema de Lançamento Espacial da NASA, um foguete poderoso o suficiente para levar astronautas e naves espaciais para destinos além da órbita da Terra, como a órbita lunar e Marte.

Fonte: Boeing


DEIXE UMA RESPOSTA