Foto - Divulgação

A SunExpress declarou nesta segunda-feira (18/11) que está encomendando mais 10 aviões 737 MAX 8, a partir de um acordo de opções de compra, que agora virou um acordo de pedidos firmes, totalizando 32 aviões deste modelo.

O pedido adicional, para 10 aviões, é avaliado em US$ 1,2 bilhão de acordo com os preços de tabela.

Essa é a segunda encomenda que a Boeing consegue para o 737 MAX, após a sequência de acidentes e a paralisação das aeronaves em março deste ano.

“Temos plena confiança de que a Boeing nos entregará uma aeronave segura, confiável e eficiente. No entanto, não é preciso dizer que isso exige a aeronavegabilidade indiscutível do modelo, concedida por todas as autoridades relevantes. Nossa maior prioridade no SunExpress é sempre segurança”, disse Jens Bischof, CEO da SunExpress.

A companhia aérea, especializada em oferecer conexões diretas entre a Europa e a Turquia, alcançou um crescimento significativo nos últimos anos ao expandir constantemente sua frota de aviões.

A companhia já opera para mais de 100 destinos, transportando cerca de 10 milhões de passageiros por ano.