A Boeing e a Embraer estão planejando anunciar mais detalhes da joint-venture entre as duas empresas na aviação comercial. O nome da nova empresa será anunciado na próxima quinta-feira (23/05) em São José dos Campos (SP).

“Estamos ansiosos. São José dos Campos se tornou essa incrível parceria campeã na indústria global, com a junção da Embraer e a Boeing. Vai valer a pena. Vamos anunciar nesta semana, na quinta-feira, a nova parceria comercial”, disse o vice-presidente sênior da Boeing e presidente da Parceria com a Embraer, Marc Allen.

Até então a joint-venture era citada como NewCo (Nova Companhia), nos trâmites entre as empresas.

Na reunião com o governador do estado de São Paulo, João Doria, Allen ainda afirmou que São José dos Campos será a sede da joint-venture. A Boeing deterá 80% da nova empresa e a Embraer os 20% restantes.

A transação avalia 100% das operações de aeronaves comerciais da Embraer em US$ 5,26 bilhões e contempla um valor de US$ 4,2 bilhões pela participação de 80% da Boeing na joint-venture.

Os negócios de defesa e jatos executivos e as operações de serviços da Embraer associados a esses produtos permanecerão como uma empresa independente e de capital aberto.

A conclusão do negócio está sujeita a aprovações junto a autoridades reguladoras e a outras condições pertinentes à conclusão de uma transação deste tipo, marcos que a Boeing e a Embraer esperam alcançar até o final de 2019.