Boeing
Foto: Boeing

A espaçonave CST-100 Starliner da Boeing pousou no campo de mísseis White Sands do Exército dos EUA no Novo México ontem (26). O retorno seguro à Terra encerra o bem-sucedido teste de voo orbital não tripulado de ponta a ponta realizado para demonstrar a qualidade e o desempenho do sistema de transporte antes dos voos tripulados.

O teste de voo concluído na data de ontem começou em 19 de maio com um lançamento da Estação da Força Espacial Cape Canaveral, na Flórida, no topo de um foguete Atlas V da United Launch Alliance. As capacidades que o Starliner demonstrou incluíram:

  • Desempenho de ponta a ponta do foguete Atlas V e da espaçonave Starliner através do lançamento, subida, em órbita, reentrada e pouso;
  • o software autônomo da Starliner e a operação em órbita de seu sistema de aviônicos, sistema de ancoragem, sistemas de comunicações/telemetria, sistemas de controle ambiental, painéis solares, sistemas de energia elétrica e sistemas de propulsão; 
  • Capacidade de manter a atitude de atracação, receber comandos da tripulação da estação espacial e comandar esperas e retiradas durante a aproximação final da estação;
  • Carregamento da bateria, abertura e fechamento da escotilha, estabelecimento de ventilação conjunta com a estação, transferência de arquivo e transferência de carga.

Quando o Starliner concluir seu próximo voo, a Boeing terá cumprido a meta da NASA de ter dois veículos comerciais para transportar astronautas de forma segura, confiável e sustentável para a estação a partir de solo americano.

Via: Boeing