F-18 Super Hornet dos Blue Angels, ainda sem a tradicional pintura do esquadrão- Foto: Boeing

 A Boeing entregou a primeira aeronave de teste Super Hornet para o esquadrão de demonstração Blue Angels da Marinha dos EUA. A aeronave não pintada agora entra na fase de teste e avaliação de voo no Naval Air Station Patuxent River, em Maryland. A Boeing espera entregar um total de 11 aeronaves para o esquadrão em 2020.

“O Super Hornet é uma representação icônica da excelência na aviação naval”, disse ret. Almirante Pat Walsh, vice-presidente da Marinha dos EUA e Serviços de Fuzileiros Navais da Boeing. Walsh voou com os Blue Angels de 1985 a 1987 como o Left Wingman (# 3) e Slot Pilot (# 4). “Como a Boeing continua a apoiar a frota operacional da Marinha Super Hornets, estamos entusiasmados ao ver essa plataforma entrar em uma fase crítica de sua jornada para ingressar na equipe.”

O esquadrão de demonstração de voo voa em aeronaves Boeing ou de herança da Boeing há mais de 50 anos, começando com o F-4J Phantom II em 1969 e depois migrando para o A-4F Skyhawk. Atualmente, a equipe opera o F / A-18A-D Hornet.

A Boeing converte os F / A-18 Hornets e Super Hornets em Blue Angels nas instalações da empresa Cecil Field em Jacksonville, Flórida. As principais modificações incluem a adição de um tanque de óleo para o sistema de geração de fumaça, sistemas de combustível que permitem que a aeronave voe invertida por longos períodos de tempo, equipamento de navegação compatível com civis, câmeras e ajustes para o centro de gravidade da aeronave.

Fonte: Boeing

DEIXE UMA RESPOSTA