Foto - Divulgação

A Boeing divulgou nesta quarta-feira (17/07) que já repassou cerca de US$ 50 milhões para um fundo, que presta assistência aos familiares de vítimas dos 610 da Lion Air e 302 da Ethiopian Airlines, envolvendo duas aeronaves 737 MAX.

A Boeing também anunciou que contratou Kenneth Feinberg e Camille Biros , renomados especialistas em estabelecer e supervisionar os fundos de compensação das vítimas, para projetar e administrar o fundo.

“A trágica perda de vidas em ambos os acidentes continua pesando sobre todos nós na Boeing, e temos a maior simpatia pelos entes queridos daqueles a bordo”, disse Dennis Muilenburg , presidente da Boeing, presidente e CEO. “Através de nossa parceria com Feinberg e Biros, esperamos que as famílias afetadas recebam a assistência necessária da maneira mais rápida e eficiente possível.”

O fundo de US$ 50 milhões representa o gasto inicial de US$ 100 milhões da Boeing para atender às necessidades familiares e comunitárias das pessoas afetadas pelos acidentes. Todas as verbas distribuídas pelo Sr. Feinberg e pela Sra. Biros serão independentes de qualquer resolução fornecida através do processo legal que corre na justiça.