Boeing planeja cortar produção do 787 Dreamliner e empregos

Foto - Boeing

(Reuters) – A Boeing planeja reduzir pela metade a produção do 787 Dreamliner e anunciar cortes de empregos por ocasião da divulgação dos resultados de primeiro trimestre, informou a Bloomberg.

Os detalhes das alterações de produção da linha comercial da Boeing ainda estão sendo finalizados e determinarão o número de funcionários cortados, acrescentou a reportagem.

A Boeing não respondeu imediatamente a um pedido da Reuters para comentar.

Anteriormente a Boeing estava avaliando um plano para reduzir sua força de trabalho em cerca de 10%, o que poderia envolver pacotes de demissão voluntária, aposentadorias antecipadas e outros cortes de pessoal, de acordo com uma publicação do Wall Street Journal.

Espera-se que os possíveis cortes de empregos tenham como alvo o braço comercial da Boeing, que está sob tensão devido à crise no setor aéreo global, segundo a reportagem.

Além de reduzir a produção do 787 Dreamliner, a Boeing já acredita em uma redução na produção do 737 MAX, quando esta for retomada nos próximos meses. A sua concorrente, a Airbus, já anunciou uma redução de produção para o A320neo, concorrente do 737 MAX.

 

DEIXE UMA RESPOSTA