Boeing pode fechar unidade de fabricação do 787 em Everett

Boeing 787
Foto - Boeing/Divulgação

A Boeing anunciou recentemente que estaria reduzindo a taxa de produção do Boeing 787, e logo depois a crise forçou a fabricante a reduzir ainda mais.

Com a produção do Boeing 787 em uma taxa que a Boeing não imaginava, a fabricante agora cogita fechar uma das unidades de produção. Essa atitude da empresa ainda está sendo avaliada, e deverá ser executada a partir do próximo mês.

Atualmente a Boeing tem duas linhas de fabricação para a família Boeing 787, uma na conhecidíssima Everett (WA), e outra em North Charleston, na Carolina do Sul. A única que consegue produzir os três modelos disponível é a unidade de Charleston.

A expectativa, se a Boeing decidir por um fechamento completo da linha de produção, é que esta seja executada em Everett, pela menor produção no local, em comparação com a unidade de North Charleston.

A fabricante norte-americana pode manter por vários anos a produção somente em um local, até ter a possibilidade de fabricar mais unidades mensais do 787.

Mesmo sem o 787 Dreamliner, a unidade de Everett continua produzindo as linhas 747, 767 e 777 em Everett. A fabricação do Jumbo, no entanto, deverá ser encerrada em breve.

A Boeing avalia até mesmo a possibilidade de manter toda a produção em Everett, e fechar a unidade de North Charleston. Com isso, vamos precisar esperar as próximas decisões da fabricante.


 

DEIXE UMA RESPOSTA