Boeing KC-46/ Foto -Boeing
A Força Aérea dos EUA concedeu à Boeing um contrato de US$ 2,9 bilhões para a construção de 18 aeronaves petrolíferas KC-46A, equipamentos de apoio, motores sobressalentes e kits para reabastecimento.
 
Com este quarto lote de produção, a Boeing agora está com 52 encomendas para petroleiros KC-46, as aeronaves estão sendo montadas na instalação de Everett (WA).
 

A Boeing recebeu seus dois primeiros lotes de produção, para 7 e 12 aeronaves respectivamente, em agosto de 2016. O terceiro lote, para 15 aeronaves, foi concedido em janeiro de 2017.

“Estamos entusiasmados em fazer parceria com a Força Aérea em uma aeronave que fornecerá à sua frota capacidades e versatilidade incomparáveis”, disse Mike Gibbons, vice-presidente e gerente de programas da Boeing KC-46A. “Este é outro grande marco para a equipe e estamos ansiosos para entregar este petroleiro multi-função de próxima geração”, completa Gibbons.

KC-46A
Arte-Boeing

A Boeing planeja construir 179 aeronaves de reabastecimento baseadas no 767 para a Força Aérea para substituir sua frota de navios-tanque, principalmente as baseadas no KC-135. As entregas do KC-46 devem começar ainda neste ano.

A Boeing recebeu um contrato inicial em 2011 para projetar e desenvolver o mais novo avião-tanque da Força Aérea. O KC-46A é um avião-tanque que pode reabastecer todas as aeronaves militares dos EUA e de coalizão compatíveis com procedimentos internacionais de reabastecimento aéreo, além de transportar passageiros, carga e pacientes em outras missões.