Foto - Boeing

A Boeing e a Biman Bangladesh Airlines (Biman) anunciaram no Dubai Airshow 2019 que a companhia está expandindo sua frota de aviões 787 Dreamliner, com uma encomenda para dois aviões avaliada em US$ 585 milhões.

A compra – registrada em outubro como um pedido não identificado no site da Boeing – complementa a frota de jatos 787-8 da Biman, com a variante 787-9. A companhia nacional de bandeira de Bangladesh diz que a adição do 787-9 ajudará a modernizar sua frota e expandir seus voos internacionais.

“Uma de nossas principais prioridades é ter uma frota moderna com aviões tecnologicamente avançados que nos permitirão expandir nosso alcance internacional”, disse o marechal-de-ar Muhammad Enamul Bari , ex-chefe de equipe aérea, presidente do conselho de administração da Biman Bangladesh Airlines.

Para a Biman Bangladesh, o 787-9 pode transportar 298 passageiros em uma configuração padrão de três classes e voar até 13950 km, enquanto reduz o uso e as emissões de combustível em até 25% em comparação com os aviões mais antigos.

“Biman Bangladesh está nos mostrando o poderoso potencial da família Dreamliner. No mês passado, a companhia aérea lançou um novo voo sem escalas de seu hub em Dhaka para Medina, na Arábia Saudita . É um ótimo exemplo do 787-8 como uma abertura de mercado. E agora, a Biman adiciona o 787-9, que oferece mais assentos, mais alcance e mais capacidade de transporte de carga para as rotas que precisam. Os dois formarão uma solução de rede lucrativa para a Biman”, disse Stan Deal, presidente e diretor executivo de aviões comerciais na Boeing.

DEIXE UMA RESPOSTA