Arte do F-18 Super Hornet Block III- Foto: Boeing

A Boeing recebeu um contrato para continuar a modernização da frota de caças F/A-18 da Marinha dos EUA, sob o projeto de Modificação da Vida Útil (SLM).

O contrato de US$ 164 milhões para este ano financia a instalação de uma segunda linha para realizar as modificações SLM, localizada em San Antonio, Texas, em complemento à linha estabelecida no ano passado, em St. Louis.

“O programa de modificação da vida útil está dando grandes passos já que já introduzimos sete Super Hornets no programa e entregaremos o primeiro jato de volta à Marinha ainda este ano”, disse Dave Sallenbach, diretor do programa. “Este programa é crucial para ajudar a Marinha com seus desafios de prontidão, e continuará a crescer a cada ano com o número de jatos que induziremos”.

A linha San Antonio está programada para receber seu primeiro Super Hornet em junho, serão 23 aviões modificados, de acordo com o contrato, mas a Boeing espera modificar e atualizar cerca de 550 caças Super Hornet nos próximos anos.

As primeiras unidades do F/A-18 Super Hornet Block III devem ser entregues em 2020.

A configuração do Block III adiciona atualizações na parte tecnológica, como uma maior capacidade de conexão com outros aviões, maior alcance do radar e uma melhora na resolução. Além disso, um novo sistema foi incorporado no cockpit da aeronave.

A Boeing começará a converter os Super Hornets do Block II para Block III no início de 2020. A vida útil do caça será aumentada de 6000 horas para 10000 horas de voo.