O conselho de diretores da Boeing retirou Dennis Muilenburg do seu cargo de presidente do conselho, como forma de permitir uma maior concentração em administrar a crise na empresa.

No seu lugar entra David Calhoun, executivo do Blackstone Group e ex-executivo da General Elective, como presidente do conselho.

“A divisão das funções de presidente e CEO permitirá que Muilenburg se concentre em tempo integral na administração da empresa, pois trabalha para devolver o 737 MAX com segurança ao serviço, e garantir suporte total aos clientes da Boeing em todo o mundo e implementar mudanças para aprimorar o foco da Boeing em produtos e segurança de serviço”, diz um comunicado da Boeing. “Esta decisão é a mais recente de várias ações do conselho de administração e da liderança sênior da Boeing para fortalecer os processos de governança e gerenciamento de segurança da empresa”.

“O conselho tem total confiança em Dennis como CEO e acredita que essa divisão do trabalho permitirá o máximo foco na administração dos negócios, com o conselho desempenhando um papel ativo de supervisão”, disse o novo presidente do conselho, Calhoun.

O conselho pretende nomear em breve um novo diretor com experiência em segurança para atuar no recém-formado Comitê de Segurança Aeroespacial do conselho, disse Calhoun.

Muilenburg diz que é “totalmente favorável à ação da diretoria. Toda a nossa equipe está focada em devolver o 737 MAX com segurança ao serviço e cumprir com toda a amplitude dos compromissos da empresa”.