Foto - Boeing

A Boeing vai fazer nesta quinta-feira (06/12) uma transmissão ao vivo mostrando o primeiro 777-9X após a montagem final da aeronave.

A aeronave já foi deslocada com o próprio trem de pouso para uma área de montagem final e acabamento do hangar 40-24. A montagem dos grandes componentes estruturais foi realizada em Everett, Washington, no mesmo local de produção do atual 777. Boa parte do sistema de produção precisou ser modificado, devido ao novo ferramental de produção e aos componentes produzidos com maior quantidade de material composto.

A transmissão pode ser acompanhada pelo seguinte link: www.boeing.com/777x/reveal/ . Quem desejar a Boeing também estará transmitindo através de sua página no Facebook e no Twitter a partir das 16h00 (horário de Brasília).

O primeiro voo desse 777X está previsto para o 1º semestre de 2019. E a primeira entrega de uma aeronave de série está prevista para 2020.

 

Boeing 777X

O Boeing 777X conta com duas opções de aeronaves, a 777-8X é capaz de receber 350 assentos em configuração padrão de duas classes, seu alcance é de até 15000km. Já o 777-9X, a maior variante da família T7 até hoje, será capaz de receber 450 passageiros em uma configuração de duas classes, com autonomia para 13200km de voo.

O novo avião inclui a combinação de “muitas heranças do 777 e do 787”, disse Beezhold. “Fizemos a fuselagem mais larga do que a do -300ER, para assentos mais confortáveis e fileiras com até 10 assentos.”

O novo 777X exigirá menos impulso do que o -300ER porque terá uma asa mais eficiente. E essa asa é bastante longa – a envergadura do 777X chegará a 235 ‘5 “(71,8 metros). Por ser mais amplo do que os gates padrões dos aeroporto, o avião terá uma asa dobrável para reduzir a extensão para 212,7” (67,7 metros) quando em solo.

O 777-8X concorre diretamente com o Airbus A350-1000, enquanto o 777-9X está sozinho em sua classe de aeronave, e irá atingir uma necessidade por maior economia mas sem perder a capacidade de transporte. 

A Emirates se firmou como a cliente de lançamento do Boeing 777-9X, a nova geração do consagrado wide-body da fabricante americana. Anteriormente a companhia que se comprometeu com o lançamento desta aeronave era a Lufthansa, que pretende substituir os seus 747 mais velhos pela nova geração do maior wide-body de um andar do mundo.

Além de ser a cliente de lançamento a Emirates se destaca por ter a maior encomenda para a família 777X, com 150 aeronaves encomendadas, sendo 115 do modelo 777-9X. Isso significa quase metade das encomendas recebidas pela Boeing até o momento, para a família 777X.

Até a data, o 777X acumulou 320 pedidos fixos e compromissos de seis clientes no mundo inteiro. A primeira entrega está programada para 2020.

 

Como a asa dobrável do Boeing 777X vai se comportar em um aeroporto