B-2 Spirit

A ilha do Havaí tem visitantes incomuns, trata-se do bombardeiro estratégico B-2 Spirit, que estão na ilha americana para uma missão de treinamento rotineira com mais 200 militares.

Essa na verdade é a segunda visita do B-2 a famosa ilha/estado dos EUA. A primeira vez foi em em agosto de 2018, os bombardeiros furtivos realizaram várias missões locais e de longa duração, realizaram reabastecimento em Wake Island e integraram com a Havaí Air local, a Guarda Nacional com os caças stealth de superioridade aérea de 5º geração F-22 Raptor.

Os Bombardeiro furtivos B-2 Spirit , representam uma alto valor estratégico para os EUA. Foto- U.S Air force.

Esse mês de janeiro já conta como a segunda investida dos bombardeiros no Havaí, mas especificamente na Base Conjunta Pearl Harbor-Hickam (JBPH-H). Ao todo são três aeronaves. Aeronaves essas que decolaram da base aérea de Whiteman, Missouri, em 10 de janeiro. 

O emprego destes bombardeiros de alta tecnologia na ilha está ligada a vigilância regular da região do Indo-Pacífico, cujo região é de importância aos EUA visto que tem parceiros reginais (nações aliadas) além de manter o treino constante dos militares. 

Com o apoio dos Raptors que realizam a escolta dos B-2, a eficácia das missões é simuladas são consideráveis. Além de sempre servir como uma forma de treinar os militares para um possível confronto real.

Vídeo by: US Defense News

DEIXE UMA RESPOSTA