B-1B Lancer com um F-16 da Dinamarca na escolta- Foto de Royal Danish Air

Bombardeiros B-1B Lancer da USAF fizeram uma missão de longo alcance na região do báltico, no dia 5 de maio. A missão fez parte da Força-Tarefa de Bombardeiros da USAF.

As aeronaves supersônicas decolaram da Base Aérea de Ellsworth, em Dakota do Sul e voaram até o báltico onde fizeram um treino e conjunto com caças F-16 da Dinamarca, houveram sobrevoos na Ilha de Bornholm, bem como outras localidades, como a Lituânia, Letônia e Estônia.

Esse treinamento com os aliados estabelece um fortalecimento entre as nações, bem como um aprimoramento conjunto dos militares dos países envolvidos.

“A integração de missões de bombardeiros com nossos aliados e parceiros da OTAN constrói relacionamentos duradouros que são capazes de enfrentar uma ampla gama de desafios globais”, disse o general Jeff Harrigian, comandante das Forças Aéreas dos EUA na Europa e da África. “Quando você vê a capacidade e a integração em primeira mão, fica claro que temos uma força pronta para executar a missão.”

“A presença de bombardeiros avançados demonstra a capacidade da Força Aérea dos EUA de executar missões de voo, manter a prontidão e mostrar o compromisso dos EUA com nossos aliados do Báltico e com a segurança regional”, acrescentou a declaração da USAFE-AFAFRICA.

A última vez que o velho continente recebeu a visita dos estratégicos e supersônicos B-1B Lancer foi em 2018. Na época dos bombardeiros ajudaram no Trident Juncture da OTAN, reforçando assim os laços com a Organização Internacional.

 

Fonte de apoio: Defpost/ Edição: Aeroflap


DEIXE UMA RESPOSTA