B-52 voando com caças F-16 da Noruega- (Foto da Força Aérea dos EUA por Airman 1st Class Duncan C. Bevan

Após um mês de missões de força-tarefa na Inglaterra, retornou aos EUA os bombardeiros B-52H da USAF. Os BUFFS retornaram a sua base sede em Barksdale AFB, Lousiana, no dia 8 de novembro.

Durante o período de missão os bombardeiros sobrevoaram 13 nações e sobrevoou várias regiões como por exemplo, a do Mar Negro.

Caças Eurofighters da RAF escoltam B-52 da USAF- Foto: RAF

 O general Jeff Harrigian, comandante das Forças Aéreas dos EUA na Europa e das Forças Aéreas da África, disse sobre o desdobramento: “As rotações da Força-Tarefa de Bombardeiros nos proporcionam um longo e consistente processo de longo prazo. capacidade de armas de alcance e representam nossa capacidade de projetar energia aérea em todo o mundo. Eles também oferecem oportunidades inestimáveis ​​de treinamento e integração com nossos aliados e parceiros nas regiões do Mar Negro, do Báltico e do Ártico”.

Durante as missões da OTAN, os B-52H voaram com várias aeronaves de várias forças aéreas.

Os B-52 também passaram por Atenas, onde renderam boas fotos. Aliás não é sempre que se recebe uma visita de um clássico da aviação militar.

Dentre as nações se seus caças, houveram voos com Gripens Suecos, Eurofighters britânicos, Rafales da França, F-16 noruegueses, helênicos e poloneses, P-8 da Marinha dos EUA e F-22 da Força Aérea dos EUA.

A USAF com essa tática de força tarefa busca seus interesses locais e estratégicos, além de alimentar as alianças com nações aliadas.


 

Fonte de apoio: The Aviationist/ Edição: Aeroflap

DEIXE UMA RESPOSTA