Foto - Bombardier/Reprodução

Recentemente a Bombardier anunciou um acordo de compra de 5 jatos Learjet 75, a partir de um cliente não divulgado pela empresa. O contrato assinado pela empresa canadense tem um valor total de US$ 69 milhões de dólares, quando consideramos o preço de tabela.

Esse contrato também reforça a produção do Learjet 75, que vem sofrendo cortes ao longo dos últimos anos, pela fraca taxa de vendas.

O primeiro avião comercial Learjet entrou em serviço em 1964, criando a experiência e definindo a indústria de voos privados. Todos os jatos da linha Learjet vendidos já alcançaram a marca de 25 milhões de horas de voo.

Os aviões dessa encomenda serão equipados com a última atualização, que trás os aviônicos Garmin G5000, e também estende o prazo de manutenção dos motores de 3000 para 3500 horas.