Foto - KLM

O Embaixador dos Países Baixos no Brasil, Kees van Rij, o Ministro de Turismo, Assuntos Econômicos, Transportes e Telecomunicações de St. Maarten, Stuart Johnson, e o Ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, assinaram hoje, em Brasília, o Acordo de Transporte Aéreo entre a ilha de St Maarten (lado holandês) e o Brasil.

O acordo amplia as perspectivas de rotas para o Caribe e faz com que a volta da oferta de um voo direto entre Brasil e St. Maarten seja mais uma vez possível. É a oportunidade, por exemplo, de ver concretizada a retomada do voo regular operado pela GOL. O trato também permitirá que operadoras de viagem celebrem contratos de codeshare, interline e leasing ligando os dois países.

“Este acordo traz grandes benefícios para ambos os países. O Brasil é um destino internacional que está em alta demanda, assim como é St. Maarten, portanto nada mais apropriado que os dois destinos possam hoje dar este passo ousado e efetivo de firmar o Acordo de Transporte Aéreo”, afirmou Stuart Johnson, Ministro de Turismo de St. Maarten.

Com a assinatura do acordo de céus abertos, a expectativa é que aumente o fluxo de visitantes brasileiros para St. Maarten. “O mercado brasileiro nos permitirá estender a temporada de turismo para os meses de baixa temporada, quando visitantes de outras nacionalidades, como os americanos, por exemplo, tendem a passar férias na Europa”, disse Johnson.

Pesquisas realizadas por St. Maarten apontam que os sul-americanos são os que mais gastam durante viagem à ilha. “A ênfase no Brasil, com o trabalho que já vêm sendo feito ao longo dos anos, e agora com a assinatura do acordo, certamente criará muitas novas oportunidades para a economia de St. Maarten”, ressaltou o ministro. “Espero que o serviço aéreo ligando os dois países continue a crescer, estimulando bons negócios para ambos os destinos.”

Após a formalização do acordo em Brasília, a delegação de St. Maarten seguirá para a Cidade do Panamá, para reuniões com a diretoria da Copa Airlines, dando andamento às ações de promoção turística da ilha.