Breeze desiste de certificado operacional da Compass Airlines, mas mantém planos para 2021

Foto: Breeze

A mais nova empresa aérea de David Neeleman continua traçando seus planos para seu lançamento em 2021. A companhia abandonou a licitação para comprar o certificado operacional da Compass Airlines e vai manter o planejamento original de ter seu próprio certificado.

A Breeze tem sua sede em Salt Lake City e para começar a operar seus voos regulares dentro dos EUA necessita de seu certificado operacional, que é um pré-requisito para operações regulares.

Ainda sem um cronograma, a companhia ainda vai iniciar suas operações com aeronaves Embraer 190 usadas e a partir de Agosto de 2021 receber os primeiros A220 novos. A Breeze notificou o Departamento de Transportes dos EUA de sua desistência para o certificado da Compass.

A companhia de David Neeleman solicitou o certificado da Compass no mês de julho, três meses após a empresa deixar de operar. O sindicato da Air Line Pilots Association (ALPA) e a Sun Country Airlines foram contra o plano da Breeze de adquirir o certificado.

A ALPA argumentou que, se a transferência fosse aprovada, seu contrato de trabalho existente com a Compass precisava ser honrado. A Sun Country argumentou que o Breeze não atendeu aos requisitos de nível de financiamento do regulador.

 

DEIXE UMA RESPOSTA