FAB Gripen E
Gripen F-39 sobre o Rio de Janeiro-Foto/Divulgação: SAAB

O presidente da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (Copac), major-brigadeiro Valter Borges Malta, em entrevista ao Correio Braziliense na data de ontem (10/11), falou sobre alguns projetos da FAB, entre eles o Gripen F-39E/F e o KC-390 Millennium.

Em sua entrevista o Brigadeiro Malta reforçou que o cronograma de entrega dos F-39E/F está em dia e que no final deste ano a FAB receberá as quatro primeiras unidades operacionais.

Major Malta presidente da COPAC

Ainda à respeito do Gripen, Malta disse que o desenvolvimento do caça irá gerar mais de 20 mil empregos diretos e indiretos no Brasil.

O primeiro Gripen F-39 do Brasil, está no país desde setembro passado e “atualmente está em voos diários de desenvolvimento, em Gavião Peixoto-SP”, disse o Brig. Malta. O novo caça foi apresentado oficialmente no dia 23 de outubro de 2020, o Dia do Aviador.

Gripen F-39E FAB 4100

O Brasil terá 36 unidades do caça que ficarão sediados na ALA-2, em Anápolis-GO. Serão 28 da versão E (monoposto) e 8 da versão F (biposto).

Dos 36 caças, 13 serão produzidos na Suécia, oito começam ser produzidos na Suécia e são finalizados no Brasil e por fim 15 serão totalmente construídos no país.

KC-390 Millennium:

Frota dos KC-390 Millennium da FAB- Foto: Sgt Bianca-FAB

Outro tema da entrevista foi o KC-390, questionado sobre a ação da FAB nas operações da COVID-19, Malta ressaltou o empenho da força aérea em cumprir os voos com insumos médicos, oxigênio, transporte de pacientes e vacinas.

“Desde o começo da pandemia, atuamos de maneira bem integrada, essencialmente sobre a dificuldade na região amazônica. Mas já voamos mais de 1.600 horas, transportamos mais de 1.800 toneladas de materiais, e retiramos mais de 600 pacientes de Manaus para outros lugares do Brasil. Estamos realizando essa ação de transporte com todo o nosso sistema de apoio”, disse o militar ao Correio.

Close na parte lateral frontal do KC-390, notar o probe de reabastecimento

O brigadeiro ainda reforçou o uso dos KCs-390 Millennium que estão a todo o vapor em prol da Operação Covid-19.

Hoje a FAB conta com quatro unidades do KC-390, sendo que o previsto são 28 unidades que irão substituir os clássicos C-130/KC-130 Hércules.

Projetos FAB 2041:

Gripen NG (Mock up) Foto: FAB

Outro destaque da entrevista foi sobre os 18 projetos da FAB planejados para 2041, ano no qual a FAB completa 100 anos, alguns destes projetos já estão acontecendo como é o caso do Gripen e do KC-390.

Em sua fala, o brigadeiro Malta fez menção a aeronaves de 5º geração que detêm tecnologia de ponta. Uma aeronave desse modelo terá alta performance, alta velocidade, integração dos sistemas, inteligência artificial, além de baixa visibilidade perante os sensores e radares. Por isso, para atingir essa tecnologia, elaboramos esses diversos projetos”, finaliza.

No entanto, vale ressaltar que nada sobre um vetor de 5º geração foi confirmado, apenas  que é possivelmente no futuro haja o desenvolvimento de um vetor desta geração.

No final da entrevista foi questionado ao brigadeiro Malta sobre a aquisição de uma aeronave de maior porte para transporte de passageiros e cargas, o presidente da Copac não confirmou nada sobre, mas reconheceu a necessidade da FAB em ter uma aeronave desta capacidade.

 

Assista a entrevista completa do Brigadeiro Malta, presidente da COPAC.