Airbus A380 British Airways
Foto: British Airways

Com o início da pandemia, o A380 acabou perdendo espaço entre os seus operadores, inclusive colocando o futuro do quadrijato como encerrado na sua linha de produção por parte da Airbus, além da sua “precoce” aposentadoria na Air France e Singapore Airlines.

Apesar dos ventos desfavoráveis, parece que o A380 está começando a ganhar uma segunda oportunidade entre as companhias. Além da Emirates, maior detentora da frota do Jumbo europeu, agora é a vez da British Airways recomeçar um novo legado com uma das aeronaves mais icônicas da história da aviação.

Antes da Pandemia, a British Airways detinha 12 unidades do A380, contudo, a crise global do coronavírus fez com que todas as aeronaves fossem retiradas de imediato das suas operações, deixando o seu futuro em aberto, realidade adotada por todas as companhias aéreas.

Porém, conforme a vacinação foi avançando no mundo todo, as restrições sanitárias de fronteiras também foram retiradas, momento em que muitas rotas internacionais voltaram a ser operadoras, e com elas, muitas aeronaves de longo curso retomaram as suas operações.

Para o retorno com o A380 na British Airways, a companhia britânica realizará voos de curta distância para familiarização da tripulação ligando Londres para as cidades de Frankfurt (FRA) e Madrid (MAD), a partir do dia 8 de novembro.

Além disso, a companhia também definiu a partir de dezembro, os voos internacionais de longo curso, confira a programação:

03/12**: Londres (LHR) – Miami (MIA)
05/12**: Londres (LHR) – Dubai (DBX)
07/12**: Londres (LHR) – Dallas (DFW)
09/12**: Londres (LHR) – Los Angeles (LAX)

**datas e rotas podem sofrer alterações

Com isso, a British Airways operará cinco unidades do A380, resta saber se a companhia irá optar por manter o A380 nestes trajetos, ou se o A350/B787/B777W assumirá essas rotas, já que estas aeronaves possuem a sua nova classe executiva Club Suites, ao contrário do A380.

DEIXE UMA RESPOSTA