Um avião de combate a incêndios do modelo Lockheed Martin EC-130Q caiu no estado australiano de Nova Gales do Sul, enquanto estava em missão de combater incêndios florestais.

O acidente resultou na morte dos três tripulantes.

O comissário do Corpo de Bombeiros Rural de New South Wales, Shane Fitzsimmons, confirmou o acidente nesta quinta-feira (23).

O acidente ocorreu perto da área de Peak View, que fica a 130 km ao sul de Canberra, em terreno montanhoso. A televisão australiana relata que o local do acidente foi localizado por helicópteros.

A Coulson Aviation (EUA), operadora da aeronave, declarou que o avião envolvido tem a matrícula N134CG e que desapareceu por volta das 13h00, horário local. Os relatórios indicam que a empresa suspendeu todas as operações de navios-tanque na Austrália após o acidente.

“O avião partiu de Richmond, NSW, com uma carga de líquido retardante e estava em uma missão de combate aos incêndios”, disse a Coulson em comunicado. A empresa enviará uma equipe para ajudar nas operações de emergência.

Todos os três tripulantes eram cidadãos americanos.


A aeronave foi entregue nova para a Marinha dos EUA em 1981. Mais tarde, serviu com a NASA para trabalhos experimentais de 1992 a 1993, quando foi estocada.

A Coulson adquiriu o avião em 2017 e converteu a aeronave para realizar o trabalho aéreo de combate a incêndios. 

 

DEIXE UMA RESPOSTA