O C-130J Super Hércules pousando na autoestrada 287 em Rawlins, estado do Wyoming. Foto: Jacqueline Marshall/ANG.

O Comando da Reserva da Força Aérea dos EUA (USAF) deu início ao exercício Rally in the Rockies 2021 na segunda-feira (13) com uma operação inédita: um C-130J Super Hércules pousou em uma rodovia em Rawlins, no estado do Wyoming. 

A rodovia foi interditada no início da manhã para garantir que os militares pudessem realizar o treinamento com segurança. Foi simulada a retirada de uma fração de tropa que não tinha acesso à uma pista de pouso e decolagem convencional, com o turboélice de transporte aterrando em um trecho da Rodovia 287, próximo à cidade de Rawlins, condado de Carbon. 

Jacqueline Marshall/ANG.

Este foi um dos muitos cenários de treinamento programados para 13 a 16 de setembro no Colorado e Wyoming, envolvendo mais de 12 unidades da Reserva e da Guarda Nacional. As unidades têm a tarefa de transportar pessoal e cargas essenciais para as Forças dos EUA localizadas em áreas contestadas na simulação. 

“O exercício Rally in the Rockies garante que a Reserva da Força Aérea e a Guarda Nacional possam fornecer uma capacidade de aumento instantâneo na maioria dos conjuntos de missão para fortalecer nossos colegas de serviço ativo”, disse o Maj. Nick Hainsfurther, piloto do 913º Esquadrão de Apoio a Operações e planejador líder dos exercícios. “Com a ajuda do Departamento de Transporte de Wyoming, pudemos demonstrar com sucesso nossas versáteis capacidades de transporte aéreo de combate”, disse o oficial. 

Aeronave foi escoltada por um par de jatos de ataque A-10C Thunderbolt II. Foto: Jacqueline Marshall/ANG.

O 913º Grupo de Transporte Aéreo (913th AG), com base na Base Aérea de Little Rock, Arkansas, serviu como unidade líder de planejamento no exercício com foco na mobilidade. Os Reservistas da Força Aérea elaboraram o cenário e alinharam a logística para garantir que cada unidade pudesse se concentrar no treinamento. Para realizar operações de combate com eficácia, os cenários atuais pressupõem que as bases tradicionais serão imediatamente ameaçadas.

O exercício exigiu que várias unidades se unissem para realizar o transporte de cargas, peças de artilharia e paraquedistas, reabastecimento da força-tarefa e conduzir a extração de pessoal. O cenário foi projetado para testar a interoperabilidade das unidades da Reserva e da Guarda Nacional para executar missões de aviadores com capacidade múltipla em cenários desafiadores e contestados.

Veja mais: caças de Taiwan pousam em rodovia durante treinamento contra China

Jacqueline Marshall/ANG.

“Esta é uma evolução do exercício do Rally in the Valley 2020 conduzido em West Virginia”, disse o Maj. Christopher Acs, piloto do 327º Esquadrão de Transporte Aéreo e planejador dos exercícios.

“Nossos esforços prepararão as unidades da Reserva e da Guarda Nacional para operar nas velocidades e alcances necessários para enfrentar adversários semelhantes. O treinamento adicional incluiu transporte aéreo de combate, bem como pilotos de transporte multi-capacitados, que são capazes de reabastecer e rearmar aeronaves em locais austeros com o mínimo de apoio”, completou o militar.

Maj. Ashley Walker/USAF.

DEIXE UMA RESPOSTA