C-5M Galaxy- Foto: Lockheed Martin

Segundo o deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM), o governo brasileiro solicitou à Embaixada dos EUA o uso de aviões Lockheed C-5 Galaxy para o transporte de oxigênio para Manaus (AM). “Já falei hoje com o ministro (Relações Exteriores) Ernesto Araújo e estamos tentando, junto à Embaixada, a liberação de um avião da Força Aérea norte-americana, um Galaxy, para levar o oxigênio”, disse o deputado.

“Tem lugar que tem oxigênio, mas não tem uma aeronave que transporte oxigênio em cilindro. O único que tem (capacidade para transportar os cilindros) entrou em pane e está em manutenção”, afirmou Ramos. 

Segundo o Uol, a Embaixada dos EUA disse que está ciente do pedido e que está em contato com as autoridades brasileiras sobre o assunto.

A Força Aérea Brasileira está envolvida com o transporte logístico de oxigênio e outros insumos de saúde para Manaus desde o início da pandemia, mas os trabalhos se intensificaram na semana passada. Entre os últimos dias 8 e 10 a FAB transportou mais de 24 toneladas de cilindros de oxigênio para Manaus. Nessa semana a FAB deve transportar pelo menos mais 50 toneladas.

Os trabalhos seguirão até o domingo (e muito provavelmente deverão seguir após isso também), sendo conduzido principalmente pelos Lockheed C-130M Hércules e Embraer KC-390 Millennium. A CNN afirmou que a FAB passará a transportar oxigênio de forma líquida nos C-130. A FAB também deverá realizar o transporte de pacientes com COVID-19 de Manaus para outros estados.

Foto: Sue Sapp/USAF.

O C-5 Galaxy é uma das maiores e mais famosas aeronaves militares do mundo, podendo ser comparado com o Antonov An-124 Ruslan, o “irmão menor” do An-225 Mryia, o maior avião do mundo. Em sua versão mais moderna, o avião pode transportar mais de 127 toneladas de carga. O C-5 está em serviço com a Força Aérea dos EUA desde os anos 70. 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA