Caça F-16 pousando na Base Aérea de Kunsan- Foto: Foto da Força Aérea dos EUA pelo sargento Mackenzie Mendez

Um caça F-16 Fighting Falcon da USAF caiu ontem por volta das 15h30 na Base Aérea de Kunsan, na Coréia do Sul. Pelas informações preliminares o caça estava em procedimento de pouso quando o piloto precisou ejetar. O piloto, que não teve a identidade revelada, sofreu ferimentos leves e foi levado ao hospital para os devidos cuidados médicos.

Aas investigações do incidente (como está sendo tratado pelas autoridades), já foi iniciada e deverá apontar a real causa do acidente. 

O que se torna preocupante é que este se torna mais um caso de acidente com caças F-16 em pouco tempo, apenas neste ano tiveram outros três casos envolvendo o Fighting Falcon. Sendo que houve caso de quedas de caças norte-americanos fora dos EUA.

A soma aumenta se contar os casos registrados no ano passado. Ao todo foram dois acidentes sendo um deles fatal, o acidente em questão aconteceu em abril de 2018 envolvendo um caça F-16 dos Thunderbirds.

Não se sabe se está tendo uma investigação dos EUA juntamente com a fabricante Lockheed Marin a respeito dos vários acidentes envolvendo esse caça ícone da aviação militar. Mas a história do caça se mantém firme, isso porque as vendas do caça, incluindo a de versões mais recentes continuam a crescer, o que faz do caça um dos caças mais bem sucedidos da história. Ao todo 26 nações operam o Fighting Falcon, sendo que mais de 4.600 F-16 foram construídos em várias versões.

 

Fonte de apoio: The Aviationist / Edição: Aeroflap