Advertisement

Caça F-35B da marinha inglesa é visto configurado com armamentos externos

Como já havíamos publicado aqui no portal, os F-35B ingleses estão operando no porta-aviões HMS Queen Elizabeth, marcando assim um novo capítulo dentro da aviação aero naval inglesa.

Tanto os caças quanto o porta-aviões estão na costa leste dos EUA fazendo um treinamento e nesta semana a Marinha Real Inglesa postou em seu twitter oficial uma foto de um F-35B armado no “Modo Besta”, ou seja com as armas no lado de fora da aeronave.

Apesar de não ser comum para caças de 5º geração como o próprio F-35, F-22  e SU-57 que tem uma baía interna para os armamentos é possível sim instalar mísseis e bombas nos Pods externos. 

F-35B realizando primeira decolagem abordo do HMS Queen Elizabeth- Foto: Royal Navy

A vantagem da baía interna é a ajuda na não identificação do caça, ou seja quanto “mais limpo” estiver a aeronave mais será difícil rastreá-la, mas em casos mais específicos pode se sim operar de maneira convencional, ampliando inclusive o poder de fogo.

Caças F-35B armazenados no HMS Queen Elizabeth-Foto: Royal Navy

Na foto podemos ver que o F-35B está seis armas instaladas, sendo que são um GPS / INS de modo duplo Paveway IV e bombas guiadas a laser, dois ASRAAMs AIM-132 (míssil ar-ar avançado de curto alcance) nas pontas das asas e duas AMRAAMs AIM-120 (míssil ar-ar avançado de médio alcance) nas baia internas.

Espera-se que os F-35B da USMC sejam implantados no HMS Queen Elizabeth nos dias seguintes para realizar ensaios antes de uma implantação operacional conjunta com os F-35s da RAF / RN em 2021.

 

Fonte de apoio: Flight Global/ Edição: Aeroflap

 

Quer receber nossas notícias em primeira mão? Clique Aqui e faça parte do nosso Grupo no Whatsapp ou Telegram.