Clique Aqui e receba as principais Notícias da Aviação em tempo real diretamente no seu Whatsapp ou Telegram.

Caça F-2 Viper-Zero da JASDF

Um caça F-2A Viper Zero da Força Aérea de Autodefesa do Japão (JASDF) perdeu o canopy em voo no domingo (10). O jato havia sido acionado para uma interceptação de uma aeronave estrangeira quando o incidente ocorreu. Ninguém se feriu.

Um par de caças F-2A foi acionado para interceptar uma aeronave que poderia invadir o espaço aéreo japonês. As aeronaves pertencem ao 6º Esquadrão Tático de Caça da 8ª Ala Aérea, com sede na Base Aérea de Tsuiki, localizada na porção nordeste da ilha de Kyushu. Cerca de cinco minutos depois da decolagem, enquanto sobrevoavam as montanhas perto da cidade de Asakura, um dos caças perdeu o canopy de aproximadamente 90 quilos e uma escada de emergência de emergência de 480 gramas. 

Em seguida, o piloto da aeronave avariada abortou a missão, realizando um pouso de emergência na Base Aérea de Tsuiki, cerca de 15 minutos após o incidente. Outra aeronave foi acionada para cobrir o F-2. 

F-2A aggressor da JASDF. Autor desconhecido.

Segundo o Ministério da Defesa, não foram relatados danos em solo. Equipes de emergência também foram acionadas para procurar pelas peças. Uma inspeção em solo revelou um pequeno dano na forma de um arranhão no estabilizador vertical do jato. A JASDF vai realizar inspeções em todos os seus 88 caças F-2A/B Viper Zero 

O F-2 é uma versão japonesa do F-16C/D Fighting Falcon. A aeronave foi desenvolvida pela Mitsubishi Heavy Industries em parceria com a Lockheed Martin, tendo algumas modificações em relação à aeronave original, como o tamanho das asas e estabilizadores horizontais. O F-2 também foi o primeiro caça a empregar um radar AESA (Varredura Eletrônica Ativa) no mundo. 

DEIXE UMA RESPOSTA