Caça russo intercepta aeronave militar norte-americana na costa da Síria

SU-35 - Foto: © Marina Lystseva / TASS

De acordo com informações do site russo TASS, um caça russo foi engajado para interceptar um avião-espião dos EUA sobre águas neutras do Mar Mediterrâneo, ontem dia 19 de abril.

“Em 19 de abril, o equipamento russo que controlava o espaço aéreo sobre as águas neutras do Mar Mediterrâneo detectou um alvo aéreo realizando um voo em direção às instalações militares da Rússia na República Árabe Síria. Um avião de combate da defesa aérea alerta a força de reação rápida do Hmeymim à base aérea foi misturada para identificar o alvo “, afirmou o ministério em comunicado.

O caça russo decolou da base aérea de Hmeymim, na Síria e foi na direção do avião dos EUA que segundo os russos estava indo em direção a instalações militares russas. Após a interceptação a aeronave dos EUA mudou sua rota e o caça russo retornou a base.]

SU-35- Foto; © Yuri Smityuk / TASS

“A aeronave da Força Aeroespacial da Rússia realizou e executou todos os vôos em estrita conformidade com as regras internacionais de uso do espaço aéreo em águas neutras”, diz o comunicado.

A 6º Frota dos EUA, disse em uma comunicado que houve uma interceptação insegura contra uma aeronave P-8A Poseidon dos EUA, no Mar Mediterrâneo. De acordo com a declaração dos EUA foram nesta ocasião houve duas investidas por parte do piloto russo.

P-8A Poseidon da Us Navy-Foto: Boeing

A primeira interceptação foi considerada “segura e profissional”, já a segunda foi considerada como “insegura e pouco profissional”, disse o comunicado norte-americano.

Ao todo neste mês, já são dois engajamentos de caças russos com aeronaves norte-americanas. O primeiro caso foi no último dia 15, quando também um P-8 Poseidon foi interceptado por um caça SU-35, na situação os americanos novamente consideraram a interceptação “insegura e pouco profissional”.


 

DEIXE UMA RESPOSTA