Formação de aeronaves israelenses e alemãs sobre o campo de concentração de "Dachau"- Foto: Amit Agronov

A Força Aérea de Israel e a Luftwaffe (força aérea alemã), fizeram um histórico sobrevoo em locais palco do Holocausto. No passado, como já é de conhecimento geral, a Alemanha nazista foi palco de um dos capítulos mais trágicos da história.

Todavia, 75 anos após esse capítulo da história, as duas nações se juntaram para uma homenagem aos que padeceram neste lamentável episódio.

Caças F-16 “Barack” da IAF e Eurofighters Tyhpoon da Alemanha fizeram um sobrevoo no campo de concentração “Dachau” e do aeroporto “Fürstenfeldbruck”, local de 11 vítimas assassinadas no ataque terrorista dos Jogos Olímpicos de Munique em 1972.

Além dos caças envolvidos nos sobrevoos, um Gulfstream G550 da IAF liderou as formações sobre os locais onde foram feitas as homenagem.

 

Caças F-16 Barack da IAF Eurofigters alemães e um Gulfstream G550- Foto: Amit Agronov

Exercício Bilateral:

Contudo, os caças de ambas as nações estão reunidos desde o 17 de agosto, onde estão participando de um exercício bilateral.

Como já de praxe a IAF já participou de inúmeros exercícios militares em vários lugares do mundo.


No entanto, essa é a primeira vez que Israel participa com seus militares de um treinamento em solo alemão.

F-16C/D “Barack” Foto: Amit Agronov

 “A IAF está participando pela primeira vez na história de uma manobra aérea nos céus alemães. Estamos treinando e aprendendo, amigo com amigo, força com força e militar com militar”, disse um militar de alta patente da IAF.

Durante os exercícios táticas de combate aéreo, combate ar-solo, treino de fuga de mísseis terra-ar e demais cenários estão na lista de treinamento.

Entretanto, o exercício está tendo como medida de segurança as normativas de saúde da OMS, devido a atual Pandemia, o que reforça outras estratégias por parte dos militares.

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA