EA-18 Growler- Fot/Divulgação Boeing

Começou a quarta fase de testes do programa HX Challenge da Finlândia que visa a atualização da frota de caças do país. Como quarto concorrente do programa, está os F/A-18 Super Hornet dos EUA que pousaram na Base Aérea de Pirkkala, na Finlândia, no dia 18 de fevereiro.

Dois caças F/A-18 Super Hornet e o EA-18G Growler são a proposta da fabricante Boeing para a força aérea da finlândia, que está testando cada caça concorrente, tendo já testado no Eurofighter Typhoon da Airbus, o francês Dassault Rafale, o sueco SAAB Gripen e agora chegou a vez dos Super Hornets. O último a ser testado será o caça furtivo F-35A da Lockheed Martin.

Até o dia 26 de fevereiro os caças da Boeing vão ser testados pelos finlandeses em parceiria com os norte-americanos.

“Esta é a segunda avaliação de voo em que o Super Hornet F / A-18 participou nos últimos 12 meses, o primeiro na Suíça e o primeiro no EA-18G Growler”, disse Alain Garcia, líder da equipe de captura para Finlândia e Suíça para Defesa, Espaço e Segurança. “Ser capaz de mostrar as capacidades de nossas aeronaves na Finlândia, com operadores finlandeses, nos dá a oportunidade de demonstrar o que colocamos em nossa oferta é verdade – e é uma etapa incrivelmente importante que nos aproxima da adjudicação de contratos”, informou a Boeing.

A Finlândia já opera caças da Boeing, os antigos F/A-18C/D Hornet que estão há um tempo considerável no serviço de defesa aérea do país e isso pose ser uma vantagem para as aeronaves da Boeing pois já existe um lanço entre a força aérea do país europeu com a fabricante norte-americana.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA