Caças F-22 Raptor interceptam aeronaves russas na região do Alasca

Caça F-22 interceptando bombardeiro russo TU-95- Foto: NORAD

Caças F-22 Raptor da USAF interceptam aeronaves russas na Zona de Identificação de Defesa Aérea do Alasca. A interceptação aconteceu na noite de ontem (25) e contou com apoio de aeronaves KC-135 Stratotankers (avião-tanque) e por um E-3 (alerta aéreo).

Do lado russo tinham dois bombardeiros Tu-95, escoltados por dois caças Su-35, além disso ainda tinha um A-50 (alerta aéreo).

“Pela oitava vez este ano, aeronaves militares russas invadiram nossas zonas de identificação de defesa aérea do Canadá ou do Alasca e toda vez que as forças do NORAD estavam prontas para enfrentar esse desafio”, disse o general Terrence J. O’Shaughnessy, comandante do NORAD. “Apesar da pandemia do COVID-19, a NORAD monitora constantemente as abordagens do norte de nossas nações e nossas operações deixam claro que realizaremos esforços de defesa nacional 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano.”

Bombardeiro russo Tu-95 – Foto: NORAD

Os F-22 estavam no modo não furtivo, pela imagem em destaque é possível ver um Raptor com subalares em baixo das asas, o que automaticamente aumenta a assinatura radar da aeronave.

As interceptações estão sendo constantes entre aeronaves norte-americanas e aeronaves russas. Também já houveram interceptações de aeronaves russas contra americanas. Na ocasião um caça Su-35 interceptou um P-8 Poseidon da Marinha dos EUA sobre o Mar Mediterrâneo, os EUA classificaram tal interceptação “como insegura e pouco profissional”.

Fonte de apoio: NORAD/ Edição: Aeroflap

DEIXE UMA RESPOSTA