Clique Aqui e receba as principais Notícias da Aviação em tempo real diretamente no seu Whatsapp ou Telegram.

Caças F-35A norueguesas participam pela primeira vez do exercício Red Flag, nos EUA

Caças F-35A da RNoAF, em Nellis, Nevada, EUA- Foto: Luftforsvare

Caças F-35A Lightning II da RNoAF, Real Força Aérea Norueguesa, participaram pela primeira vez do exercício Red-Flag 21-2, ocorrido entre os dias 8 a 19 de março, na base aérea de Nellis, Nevada, EUA.

A RNoAF enviou aos EUA quatro caças F-35A, os vetores furtivos são os mais modernos caças da força aérea, que também opera o F-16 Fightning Falcon.

Além da força aérea da Noruega e a dos EUA, que é anfitriã, o Red Flag 21-2 também teve a participação da Cingapura, Suécia e seis outros países da OTAN.

Caça F-35 da Noruega- Foto: Força Aérea Francesa

Essa já é segunda edição da Red Flag ocorrida este ano, a primeira ocorreu em janeiro, no entanto, reuniu apenas esquadrões da própria USAF.

Contudo, a RNoAF mantém cerca de 10 caças F-35A em outra base aérea nos EUA, os dez caças estão na base aérea de Luke, Arizona.

De acordo com o site Scramble Magazine, os furtivos norueguesas estão em treinamento com o 62º Fighter Squadron Spikes, que treina diariamente pilotos noruegueses, italianos e americanos de F-35.

Presença norte-americana na Noruega:

B-1B Lancer em uma base norueguesa no polar ártico- Foto: USAF

Não são apenas caças e militares da Noruega nos EUA, os norte-americanos cruzaram o oceano e estão implantados na Noruega com seus bombardeiros B-1B Lancer no nórdico país europeu pela primeira vez.

Os bombardeiros B-1B Lancer estão na Estação de Ørland desde fevereiro e já realizaram voos pela região.

Caças F-35 da Noruega escoltam B-1B Lancer da USAF- Foto: esquadrão norueguês 331.

Inclusive os bombardeiros da USAF realizaram o primeiro pouso deste modelo de aeronave na região do Círculo Polar Ártico.