F/A-18 Super Hornet da RAAF: Foto: Autor Desconhecido

Os caças F/A-18 Super Hornet da RAAF, irão completar amanhã 10 anos de serviço à Austrália.

Os Super Hornet chegaram à Austrália em 2010. As 24 unidades do caça colocaram a RAAF em um outro patamar, com maior versatilidade e modernidade.

“Na década passada, a Boeing fez parceria com a RAAF para ajudar a desenvolver a frota de Super Hornet da Austrália em um dos caças multifuncionais mais avançados e formidáveis ​​do mundo hoje”, diz a Boeing.

F-18F Super Hornet da RAAF- Foto: Greg Waldron

Os Super Hornets da Austrália são até o momento os únicos que são utilizados em outra função que não seja em porta-aviões, como é nos EUA. Além dos Super Hornet normais a RAAF também opera o 11 caças EA-18G, que é voltado para combate eletrônico.

Além dos Super Hornets, a RAAF opera também o caça furtivo F-35A, da Lockheed Martin, aumentando assim o poder de fogo e a estratégia de guerra do país.

Ainda há uma questão de atualização dos F=18 Super Hornet para a versão Bloco III, que está sendo adotado pela Marinha dos EUA. As atualizações do Bloco III incluiriam tanques de combustível conformes, um computador de missão mais rápido e um sistema de comunicações mais robusto.

 

DEIXE UMA RESPOSTA