Cockpit de um MIG-31- Foto; Forças de Defesa Russa

Caças interceptadores MiG-31 pertencentes um regimento aéreo composto da aviação naval da Frota do Pacífico, fizeram um voo longo entre Kamchatka para o Ártico com intuito de praticar missões de interceptações, disse uma fonte nesta quinta-feira.

“Um par de interceptores de caça MiG-31 de alta altitude transferidos do campo aéreo de Yelizovo na região de Kamchatka para o aeródromo operacional em Anadyr para realizar as missões designadas nos exercícios. Na região do Ártico, os interceptores de caça da frota do Pacífico estão praticando pilotagem e operações únicas e conjuntas para detectar, identificar e interceptar alvos aéreos com o lançamento eletrônico de mísseis ar-ar de longo alcance sem o emprego prático das armas “, informou a assessoria de imprensa em comunicado.

Os pilotos estão aprimorando as habilidades dos voos ao longo da rota designada na ausência de equipamento radio-técnico de navegação de aeronaves em terra, diz o comunicado.

Os pilotos navais da frota do Pacífico têm a experiência de operações na região do Ártico. Durante os exercícios, as equipes do MiG-31 praticaram numerosamente repelir os ataques aéreos de um inimigo em potencial no Ártico.

 

Fonte: TASS

DEIXE UMA RESPOSTA