Nesta sexta-feira a Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou compra da companhia aérea ultra-regional TwoFlex pela Azul Linhas Aéreas, em um acordo anunciado em 2019 pelas duas empresas.

O CADE declarou que a compra pode aumentar a atuação da Azul na aviação nacional, porém não oferece riscos de competitividade no mercado, frente à GOL e LATAM.

No acordo, a Azul se comprometeu a comprar toda a operação da TwoFlex por R$ 123 milhões. 

A TwoFlex oferece serviço regular de passageiros e cargas para 39 destinos no Brasil, dos quais apenas três cidades regionais são atendidas igualmente pela Azul. A companhia também conta com 14 horários diários de partidas e chegadas na pista auxiliar de Congonhas, o principal terminal doméstico do país.

Sua frota é composta por 17 aeronaves Cessna Caravan próprias, um turboélice regional monomotor com capacidade para nove passageiros.

A Azul justifica essa jogada citando a sua unidade de cargas, que se reforça com os voos da TwoFlex para 39 destinos. Vale ressaltar que somente a malha da Azul já atende mais de 106 destinos nacionais e internacionais, quando consideramos as operações fora da crise.

 

DEIXE UMA RESPOSTA