Uma possibilidade de ter Eurofighters voando na América do Norte pode se tronar realidade, isso devido a a Eurofighter, em uma joint-venture entre a Airbus, BAE Systems e Leonardo, ser considerada uma das concorrentes na competição para substituir a frota de caças da Força Aérea do Canadá (RCAF), CF-18 Hornet por 88 jatos avançados Eurofighter, mas ainda não havia reconhecido publicamente seu desejo de jogar pelo contrato. 

“Estamos muito empenhados”, Simon Jacques, diretor de defesa e espaço da Airbus no Canadá, “Queremos propor o Typhoon, o caça multi-estágio mais avançado da nova geração no mercado hoje”, completa.

Eurofighter Typhoon
Foto: Airbus

A RCAF já havia emitido uma nota alegando que está interessada em adquirir um novvetor de defesa aérea para substituir os CF-18. Algumas propostas além do Typhoon já foram divulgadas, como a Dassault Aviation, fabricante do Rafale; Saab, fabricante do JAS 39 Gripen; Airbus Defence fabricante do Eurofighter Typoon, a Lockheed Martin F-16 e F35 e a Boeing com o F/A-18 Super Hornet e o F-15 Strike Eagle.

A ideia é que o Canadá receba o novo caça em 2025 e que a frota esteja completa entre 2031 e 2032.

DEIXE UMA RESPOSTA