Cathay Pacific espera ter o maior prejuízo da sua história

A Cathay Pacific anunciou hoje(16/12) alguns de seus resultados ao longo de 2020 e também dos balanços financeiros. Com o ano de 2020 chegando ao fim, a companhia vai se sentir aliviada pelo fim do ano. Isso porque a companhia não está esperando um bom resultado ao final de 2020.

Em seus números divulgados até o momento, a Cathay teve somente em novembro um total de 37.815 passageiros. Esse número é 98.6% menor do que o mesmo período em 2019, somando-se a isso a receita de passageiros-quilômetro(RPK) teve uma queda de 97,9%.

Os números tão baixos tem como principal motivo a pandemia de Covid-19, que devastou todas as expectativas de viagens ao redor do mundo. Com fronteiras fechadas e uma demanda extremamente baixo, companhias com voos longos e internacionais sentiram mais o golpe, como foi o caso da Cathay.

O Diretor da Cathay Pacific, Ronald Lam, deu uma declaração sobre a perspectiva da empresa para o ano de 2021. Ronald também comentou sobre a grande mudança nas viagens antes da pandemia. 

“Olhando para o futuro no que diz respeito ao passageiro, ainda não estamos vendo uma demanda significativa por viagens à medida que nos encaminhamos para o final de 2020 – tradicionalmente, uma temporada de viagens forte no ano.” 

A demanda continua a enfraquecer nas rotas de longa distância e prevemos que dependeremos mais do tráfego dos serviços regionais no futuro imediato. Dada a lenta velocidade de recuperação, esperamos operar cerca de 9% da capacidade pré-COVID-19 em dezembro e um pouco acima de 10% em janeiro de 2021.”

“A capacidade de dezembro resulta na capacidade média para o segundo semestre de 2020 sendo 8,4% do nível pré-COVID-19, em comparação com a capacidade média de 34,3% no primeiro semestre.” 


“Espera-se que isso, juntamente com os custos adicionais de reestruturação e redução ao valor recuperável anunciados em outubro, e a redução do valor recuperável de aeronaves no final do ano, resulte em perdas no segundo semestre significativamente maiores do que as perdas no primeiro semestre relatadas em nossas contas provisórias.” Disse Ronald através de um comunicado.

Com base em números, a média diária da companhia foi de apenas 1.261 passageiros com a taxa de ocupação em torno de 18%. Esses números são referente ao mês de novembro, no qual teve um pequeno aumento com relação a outubro.

Com as novas medidas implementadas pelo governo, houve um grande impacto nos voos internacionais. O voos domésticos tiveram uma leve demanda mas nenhum número que possa se considerar bom para a empresa.

A Cathay teve um prejuízo de HK $ 9,87 bilhões (US $ 1,27 bilhão) somente no primeiro semestre de 2020 segundo a Reuters. A previsão segundo analistas é de perdas na casa de HK $ 18,3 bilhões. Os números passam e muito o prejuízo recorde registrado pela empresa na crise econômica de 2008. 

A companhia agora planeja executar seu plano de reestruturação. O custo para toda a operação é de HK $ 2,2 bilhões (US$ 280 milhões). Recentemente a companhia recebeu um aporte de US$ 5 bilhões, entretanto a demanda e a ocupação deverão permanecer abaixo de 50% a medida que a pandemia continua.

DEIXE UMA RESPOSTA