Piloto russo Foto: © Yuri Smityuk / TASS

O Centro de Pesquisa e Teste de Medicina Aeronáutica e Espacial e Ergonomia Militar do Ministério da Defesa da Rússia, está em meio a um trabalho para o projeto de um um novo equipamento de proteção as forças Gs para os pilotos russos. A divulgação da notícia veio por meio de Igor Zhdanko, doutor em ciências médicas e pesquisador sênior do serviço médico, que chefia o instalação.

“Hoje, nosso Centro está trabalhando em novos equipamentos de proteção para pilotos, que envolverão materiais e tecnologias modernas”, disse Zhdanko ao jornal Krasnaya Zvezda. “Esta será uma nova geração de equipamentos ventilados”.

Igor não passou aos muitos detalhes sobre o desenvolvimento da nova tecnologia da proteção anti-G.

Caça bombardeiro SU-24-Autor da foto desconhecido
(Imagem Ilustrativa)

“[Essas questões incluem] a justificativa de métodos e o desenvolvimento de requisitos para o equipamento que protege o piloto das forças g multidirecionais dinâmicas durante as manobras de combate. Essas forças representam perigo de perda de consciência, lesão na coluna, aumento do risco de colisão e diminuição do combate” eficácia “, disse o pesquisador sênior.

Igor ainda disse que os testes em grande parte estão sendo realizados em voos reais em aviões e helicópteros.

Ainda foi informado que está sendo estudada um nova abordagem de treinamento psicofisiológico de pilotos, como objetivo máximo aumentar a resistência dos aviadores no cockpit durante missões que exijam uma maior aplicação de força G.

Além disso, o Centro russo fez uma inovação de quatro gerações de assentos de ejeção e também criou uma proteção contra impactos para helicópteros.


Caça SU-27 da Rússia- Foto: © Marina Lystseva / TASS

“Desenvolvemos sistemas de segurança de pouso exclusivos para veículos blindados que descem com a tripulação a bordo”, afirmou Zhdanko, acrescentando que esses sistemas já foram colocados em serviço.

Esse Centro russo está comemorando 85º aniversário. O local contribuiu para o famoso voo espacial do cão Laika, o primeiro ser vivo a ser enviado ao espaço. Além disso, participou do voo histórico de Yuri Gagarin, o primeiro homem a ir ao espaço.

Fonte de apoio: TASS/ Edição: Aeroflap

DEIXE UMA RESPOSTA