CEO da Garuda Indonesia será demitido após importar moto em avião zero quilômetro

(Reuters) – O ministro das empresas estatais da Indonésia, Erick Thohir, disse nesta quinta-feira que planeja demitir o executivo-chefe da companhia aérea de bandeira Garuda Indonesia, por supostamente importar uma moto para o país a bordo de um novo avião da companhia.

Ari Askhara é suspeito de tentar fugir dos impostos ao importar uma Harley Davidson no valor de 800 milhões de rupias (US$ 57.000), colocando a moto em uma aeronave nova da Airbus, que estava realizando um voo de entrega a partir da França.

Não houve resposta imediata da Garuda Indonesia a um pedido de comentário da Reuters.

“O processo continuará e procuraremos outras pessoas envolvidas”, disse Thohir em entrevista coletiva, durante a qual afirmou que também foram encontradas bicicletas com chassi de fibra de carbono não declaradas na alfândega.

DEIXE UMA RESPOSTA