Cerca de 4,8 milhões de passageiros foram transportados no mercado doméstico em novembro

O mercado doméstico continua apresentando sinais de retomada neste ano. Conforme dados divulgados nesta sexta-feira (18) pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), o mês de novembro apresentou o maior fluxo de passageiros transportados desde o início da pandemia provocada pelo novo coronavírus.

Ao todo, os aeroportos do país movimentaram aproximadamente 4,8 mi de pessoas no penúltimo mês do ano. No entanto, na comparação com o mesmo período do ano passado, houve redução de 40,7% no indicador.

Apesar da queda de 40,7%, em comparação com o mesmo período do ano anterior, esta é a maior demanda por assentos desde o início da pandemia no Brasil, em março de 2020.

Em novembro a GOL continuou na liderança do mercado, com 35,8% de participação, porém com a LATAM já “colada” na companhia em 2º lugar, com 33,3% do mercado em número de passageiros transportados.

A divisão de mercado segue bem distribuída, em comparação com o mesmo mês de novembro de 2019, com a Azul em 3º com 30,4% do mercado.

A Azul, por sua vez, é a companhia com mais assentos disponíveis no mercado, em comparação com a sua capacidade anterior, medida em novembro de 2019. Na companhia a queda na oferta de assentos (por ASKs) é de aproximadamente 15%, enquanto a LATAM, por exemplo, tem redução de 44% na oferta (ASK) em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Logo, isso mostra como cada companhia pode crescer nos próximos meses, e como o comportamento do mercado pode ser traçado a partir dos dados.


Acesse os demais dados publicados no Relatório de Demanda e Oferta do Transporte Aéreo de novembro (clique no link).

 

DEIXE UMA RESPOSTA