A Cessna já está realizando testes avançados do programa de desenvolvimento do SkyCourrier. A fabricante colocou um modelo do avião no túnel de vento, para atestar sua aerodinâmica.

Os resultados serão utilizados no processo de desenvolvimento da aeronave, para finalizar o design projetado, e ajudar os engenheiros nas possíveis correções.

“Para o teste no túnel de vento, usamos um modelo de precisão com motores elétricos e hélices dimensionadas, calibradas para representar o impulso produzido pela aeronave real”, disse Brad Thress, vice-presidente sênior de Engenharia.

“Estamos fazendo um progresso notável no desenvolvimento deste avião, e estamos ansiosos para continuar a definir os detalhes que nos permitirão começar a criar ferramentas e peças”, concluiu Brad Thress.

A Cessna ainda destacou que está recebendo sugestões das empresas interessadas na aeronave, e utilizará essas opiniões para adequar o projeto, antes da montagem final, aos desejos dos clientes.

 

O SkyCourrier

Com uma configuração de dois motores turboélice Pratt & Whitney PT6A com 1100 hp (cada), velocidade de cruzeiro estimada em 370 km/h e autonomia de 1600 km, a Cessna também apresentou recentemente o novo avião multiuso da empresa que vem para afirmar a confiabilidade do Caravan, mas em um range maior de assentos.

Sua capacidade máxima de transporte de cargas é de 2721 kg, para melhorar o avião tem itens que aumenta a robustez, como o trem de pouso totalmente fixo.

O avião é um pouco grande, ele tem 21,95 metros de envergadura, 16,71 metros de comprimento e 6,02 m de altura. A primeira entrega deverá ocorrer em 2020.