Chefe da FAA embarca hoje em um 737 MAX para pilotar o avião

Cockpit do 737 MAX 8. Foto - Boeing/Leo Dejillas

O chefe da FAA, Steve Dickson, fez uma promessa durante o período da nova certificação do Boeing 737 MAX, ele deveria pilotar o avião antes da FAA emitir a autorização para realizar voos comerciais.

E nesta quarta-feira (30/09) Steve Dickson estará em Seattle (WA) para sentar no lugar de um piloto de testes do 737 MAX, onde vai provar as correções da Boeing para o MCAS.

Ontem (29/09) Dickson passou por uma bateria de treinamentos para pilotar o novo avião, procedimento necessário apesar da experiência anterior de Dickson pilotando o 737 NG.

Boeing 737 MAX
Foto – Divulgação

Uma coletiva de imprensa será realizada após o voo de testes, com transmissão ao vivo pelos canais da FAA nas redes sociais.

Acompanhe o voo Clicando Aqui.

Dickson é um ex-piloto de aviões comerciais, com ampla experiência no Boeing 737. Atualmente ele chefia uma das mais importantes agências regulamentadoras de aviação do mundo.

Os testes vão ocorrer a partir da base da empresa, chamada de Boeing Field. Normalmente a Boeing está fazendo voos de certificação entre Seattle e Moses Lake com um Boeing 737 MAX 7, de matrícula N7021S.


Em nota oficial a Boeing disse: “Somos gratos à FAA pelo rigoroso processo que culminará com a retomada segura da operação do 737 MAX. Estamos preparados para fornecer o apoio necessário para completar as próximas etapas do processo que foram determinadas pela FAA e pelas agências reguladoras internacionais.”

 

DEIXE UMA RESPOSTA