Chega ao Brasil 1,6 milhão de testes rápidos de Covid-19 trazidos da China pela Azul

Mais equipamentos para ajudar no combate ao novo coronavírus. Acaba de pousar no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte o voo da Azul Cargo Express, unidade de cargas da Azul, trazendo da China 1,6 milhão de testes rápidos de Covid-19.

O voo fretado decolou de Viracopos, em Campinas, no dia 29 de maio fez uma escala em Amsterdã, na Holanda, e chegou ao seu destino final, o Aeroporto Internacional de Qingdao Liuting, na província de Shandong, na China.

De lá, o Airbus A330-900neo, a maior e mais moderna aeronave da frota da companhia, retorna completamente carregado – desde o porão até os assentos e os bins (compartimentos superiores) – com os testes rápidos que serão destinados a um laboratório de Minas Gerais.

Essa é a segunda operação da companhia com destino ao país asiático para a busca de equipamentos que vão ajudar o país no combate a pandemia do novo coronavírus. A primeira, que trouxe 133 respiradores de Pequim, pousou em Guarulhos no último dia 26.

Os voos entraram para a história da Azul, que, pela primeira vez, voa para a China em uma complexa operação logística.

 

Azul Cargo Express fortalece sua logística

Desde quando a pandemia se intensificou no país, a Azul Cargo Express vem utilizando as duas aeronaves cargueiras Boeing 737 400-F e os porões dos aviões de passageiros para ampliar sua capacidade de oferta.


Em abril, a companhia realizou dois voos internacionais para os Estados Unidos transportando somente cargas e, desde a autorização da Anac, vem utilizando aviões de passageiros para o transporte exclusivo de cargas.

 

DEIXE UMA RESPOSTA