Foto - Airbus

A China Aircraft Leasing fez um pedido de 40 aviões Airbus A321neo. A empresa que trabalha com arrendamento de aeronaves declarou em uma divulgação na bolsa de valores que as aeronaves serão entregues em etapas até 2026.

O executivo-chefe, Mike Poon, diz: “Observamos um enorme apetite de mercado por essas aeronaves de corredor único com menor custo operacional, e o pedido está alinhado à nossa estratégia de portfólio de investir nas aeronaves de tecnologia moderna mais procuradas, com eficiência de combustível imbatível.”

“Além disso, um pedido contínuo e consistente é a força motriz do crescimento sustentável dos negócios da CALC. Não apenas uma carteira de pedidos forte fortalece a capacidade do grupo de fornecer a nossos clientes de linhas aéreas serviços completos de atualização de frota, como também é um ativo importante para reforçar nossa liderança no mercado global de aviação.”

O pedido foi executado como um contrato suplementar a dois contratos de compra assinados em dezembro de 2014, e é descrito como uma alteração aos contratos anteriores.

Nos acordos de 2014, a CALC fez um pedido com a Airbus para 16 aviões A320-200ceo, 10 A321-200ceo e 74 A320neo, com entrega prevista para 2016 a 2022. O preço de tabela agregado de aproximadamente US$ 10,2 bilhões refere-se à estrutura, motor e bem como recursos opcionais.

O arrendador acaba de receber dois Boeing 787, adquiridos diretamente da manufatura e a primeira aeronave de corpo largo em sua carteira de pedidos. Estes foram convertidos de pedidos anteriores de aeronaves 737 MAX e foram colocados em uma companhia aérea asiática, provavelmente a Bamboo Airways.

Os dados de cronogramas da Cirium mostram que o arrendador atualmente gerencia um A321neo, entre as 108 aeronaves da família A320 em sua frota gerenciada. Sua carteira de pedidos inclui 115 aviões A320neo e 10 A321neo.


 

Via – FlightGlobal

 

DEIXE UMA RESPOSTA