Foto - Cirrus Aircraft

A Cirrus Aircraft anunciou o lançamento da próxima geração do VisionJet, o seu jato executivo monomotor de baixo custo de aquisição.

A segunda geração do VisionJet, também conhecida como G2, é composta por melhorias de performance na aeronave, que permitiram um significativo aumento na altitude máxima de voo em cruzeiro, além da velocidade e alcance da aeronave.

A fabricante também indica que atualizou o sistema Perspective Touch +, em uma parceria com a Garmin. O novo sistema de aviônicos inclui agora um autothrottle dos motores, que permite o gerenciamento fino de propulsão durante todo o período de deslocamento da aeronave com o piloto automático acionado.

O novo sistema de aviônicos dispõe de telas com maior resolução e um novo hardware que permite uma velocidade de processamento mais alta. A Cirrus optou por incluir também novos recursos no Flight Stream, simplificando o trabalho do piloto com transferências de planos de voo, atualizações de banco de dados, mensagens de texto e outras funções.

O novo envelope de voo da segunda geração permite voar em uma altitude máxima de 31000 pés, além de possibilitar uma velocidade máxima de 560 km/h. O VisionJet também poderá fazer voos para destinos com até 2250 quilômetros de distância da origem.

 

Funções secundárias

Foto – Cirrus Aircraft

A Cirrus também ressaltou que o VisionJet teve a sua bateria atualizada, e é capaz de realizar várias partidas no motor mesmo após horas de uso da aeronave em solo.

Além disso o nível de ruído a bordo foi melhorado com novos painéis de cabine, projetados especialmente para a segunda geração.

A versatilidade é a mesma, e o cliente pode escolher mais de 25 configurações possíveis de assento, com ou sem sistema de entretenimento e tomadas USB e 110V.

A fabricante disse que a Segunda Geração do VisionJet terá as suas entregas iniciadas ainda neste mês de janeiro.