A Cirrus Aircraft foi apontada pela NAA – National Aeronautic Association para receber o Troféu “Robert J. Collier” pelo seu jato monomotor SF50 Vision.

O Troféu Collier é concedido anualmente para aquele que atingir a maior conquista em aeronáutica ou astronáutica nos Estados Unidos com referência a avanços em performance, eficiência e segurança de veículos aéreos ou aeroespaciais, cujo valor foi efetivamente demonstrado durante o ano anterior à premiação.

Outros candidatos ao Troféu Collier 2017, incluíram projetos como a sonda interplanetária “Cassini” da NASA, o caça F35 das Forças Armadas Conjuntas, Aurora Flight Sciences, Sistema Autônomo de Carga Aérea Utilitária do Corpo de Fuzileiros Navais, o 737 Max da Boeing , o Projeto Perlam , o UAV da Vanilla Aircraft e também o Zee Aero´s eVTOLs.

O Troféu Collier será formalmente entregue à Cirrus Aircraft numa solenidade no próximo dia 14 de junho.

Em nota a empresa disse que “Toda a equipe da Cirrus Aircraft está orgulhosa do seu trabalho e diante de tal premiação sente reforçado seu compromisso com a segurança de voo e atendimento aos seus clientes com as tecnologias mais avançadas”.

 

O Vision Jet

Para compor seu novo jato executivo a Cirrus escolheu um conjunto de especificações que fazem jus ao pequeno avião com 12 metros de envergadura que faz parte da categoria Very Light Jet. Mesmo com seu pequeno tamanho o Vision Jet é capaz de transportar até 5 adultos e 2 crianças a bordo, além de ser capaz de voar com somente um piloto, o modo Single Pilot.

Nos aviônicos a Cirrus incorporou um sistema da Garmin baseado em toques na tela, uma tecnologia já conhecida em jatos de sucesso, como o Embraer Phenom. Esse sistema porém é exclusivo no Vision Jet, feito a partir de uma parceria da Garmin com a Cirrus.

Foto – Cirrus Aircraft/Divulgação

O Vision Jet também avançou muito em performance, para quem imaginava um desempenho ruim na decolagem e pouso, devido a ter somente um motor, a Cirrus diz que com o peso máximo é possível decolar em 620 metros e pousar com aproximadamente 500 metros. Seu peso máximo é de 2722 kg, enquanto sem combustível e passageiros o Vision pesa 1620 kg. Essa aeronave pode levar até 907 quilos de combustível, para voar por aproximadamente 2200 km. 

A Cirrus também escolheu o motor Williams International FJ33-5A, com tecnologia Turbofan de alto bypass, para propulsionar a aeronave. Esse motor é capaz de entregar 1800 lbs de empuxo e promete ser bastante econômico perto de outras aeronaves. O Vision Jet voa com até 300 knots de velocidade (aproximadamente 560 km/h) e seu teto máximo de voo é de 28 mil pés.

Atualmente é possível encomendar um Vision Jet por apenas US$ 1,9 milhão.