Um clássico Junkers Ju 52, fabricado em 1939, sofreu um acidente neste último sábado, enquanto fazia um voo nos Alpes Suíços, resultando no falecimento de 20 pessoas que estavam a bordo.

A aeronave tinha matrícula HB-HOT e vazia um voo de Locarno para Dubendorf (Suíça) com 17 passageiros e 3 tripulantes. 

Os destroços foram encontrados mais ou menos a 2540 metros de altura, ou 8330 pés. Cinco helicópteros foram enviados para resgate mas não encontraram vivos.

Como a aeronave é dotada de pouca tecnologia, não há nem mesmo caixa preta presente a bordo, e a investigação será conduzida com base em testemunhas em solo e também dados do controle de tráfego aéreo.

O comandante da aeronave tinha mais de 900 horas de voo neste tipo de avião. Relatos de testemunhas dizem que a aeronave desceu quase verticalmente em alta velocidade, em uma altitude aproximada de 11 mil pés.

O piloto não emitiu nenhum sinal de emergência antes do acidente.

No momento do acidente o avião fazia um voo turístico, algo fornecido em aeronaves deste tipo, que são clássicas e ainda estão em condições de voar.

 

Via – The Aviation Herald